HILAIRE BELLOC: A MENTE MODERNA ACEITA A AUTORIDADE FUNDADA SOBRE A MODA

Clique

HILAIRE BELLOC: A MENTE MODERNA

"Os elementos mais característicos da Mente moderna são o orgulho de considerar o próprio conhecimento como algo absoluto e suficiente; a ignorância das ideias e dos descobrimentos do passado; e a pobreza intelectual que impede examinar as próprias afirmações e suas implicações. A mente moderna aceita cegamente uma autoridade fundada sobre a moda, a imprensa e a repetição e não na razão. Esta corrente cultural, choca-se com a Igreja Católica porque impede apreciar o sobrenatural e porque também debilita a razão. A fé tem necessidade de uma razão forte, não de uma razão que siga as últimas opiniões e que se encerre no âmbito restringido da própria experiência.

Belloc termina este livro "SURVIVALS AND NEW ARRIVALS" com uma análise das possibilidades da Igreja Católica na encruzilhada cultural do século XX. O panorama contemporâneo oferece uma grande oportunidade: o paganismo não é capaz de responder as problemáticas existenciais mais profundas. Aqueles que possuem a chave para responder se encontram numa situação muito vantajosa. Em definitivo, Belloc considera que a Igreja católica é a única instância possível para fornecer sentido a um mundo nihilista e desesperado. Por isso, o desafio para a Igreja contemporânea é fazer conhecer que é a fé na realidade. A cultura contemporânea tem uma visão deformada da fé católica, e é tarefa dos católicos instruir a seus contemporâneos sobre o autêntico conteúdo da Revelação. Fora o aspecto intelectual, há um aspecto moral: a queda da Cristandade no paganismo deve provocar uma reação por parte daqueles que querem preservar nossa herança cultural...Há um vazio que é necessário preencher e este vazio é uma oportunidade para a fé." (Cristianos en la encrucijada, Mariano Fazio, Rialp, 2008, p. 228-231)


Fé, História, Filosofia e Literatura

About this blog

Follow by Email

Seguidores

Archivo del blog