ESCRAVIDÃO NO MUNDO ISLÂMICO


MOHAMMED ENNAJI

Mohammed Ennaji é da Universidade de Rabat.

http://www.bibliomonde.com/auteur/mohammed-ennaji-140.html

É especialista em escravidão no mundo islâmico. Analisa o tema a partir de uma grande variedade de fontes.

ALGUMAS OBRAS DE REFERÊNCIA

Le Sujet et le mamelouk, Mille et une nuits, París, 2007. Durante muito tempo foi politicamente incorreto mencionar o tema da escravidão no mundo islâmico. Mas incorreto ainda é mencionar que, todavia, existe na península arábica, na África do Norte, na África...O marroquino Mohammed Ennaji afirma que “a escravidão foi um aspecto determinante das relações sociais no mundo árabe-muçulmano (...) A relação entre o amo e o escravo é o pivô da relação de autoridade sobre a qual se articulam todas as demais relações.” Determina o laço e o poder quase absoluto que conservam hoje os chefes de Estado, entre o sujeito e seu monarca, como entre o fiel e seu deus. Tais relações são analisadas nesta obra.

Soldados, sirvientes y concubinas: la esclavitud en Marruecos en el siglo XIX. Granada, Almed, 1999. Este livro pinta o quadro da vida material e social dos escravos negros em Marrocos, permitindo ao leitor ter uma idéia realista das práticas sociais no mundo muçulmano. Os escravos são os heróis deste livro, desde sua chegada da África negra até sua instalação no seio de famílias marroquinas e sua liberação com a chegada do protetorado francês.


Fé, História, Filosofia e Literatura

About this blog

Follow by Email

Seguidores

Archivo del blog